quinta-feira, 29 de julho de 2010

Enfim, por que chorar?

As vezes paro e penso o porquê?
Quase sempre não sei o que dizer.
É triste ver alguém partir? Ah! É sim...isso eu sei.
Mas o mundo sempre abre as portas para os aflitos e lhe mostra um caminho à seguir.

Chorar a perda resolve algo?
Derramar lágrimas até que tornem-se lagos?
Cultivar a solidão e ter um coração amargo?
Não ter prazer pela vida e em seu lugar o asco?

Nada traz de volta o que realmente se foi.
A vida é muito importante para ser esquecida.



Não sou muito religioso, mas desde ontem após algumas conversas fiquei pensando na vida pós-morte. Será que existe isso? Será que existe colonias iguais a terra povoadas por espíritos que esperam a hora de voltar a vida? Isso tudo é meio maluco...é eu sei. Mas tem gente que acredita nisso...e eu acabei viajando nessas ideias.

Um comentário:

Juliana Vasconcelos Rodrigues disse...

eu acredito, não acreditava não, mas eu acho que a vida é muito além do que estar vivo e viver...a vida não é um bobagem, nem uma irrelevancia como diria nando reis.
mas é preciso chorar pela perda de alguém, por tristeza, por sofrer, quem não ama, não vive, assim como quem não sofre também não vive. a vida também é feita de sofrimentos, de chegadas e principalmente de partidas.

te amo.